Este blogue consta de uma compilação de retratos da natureza e intervenção humana em ambiente rural e urbano que O Cidadão abt vai capturando com a sua objectiva durante as caminhadas, será despejada neste blogue de muitos pixeis e poucos bitáites, dando ao ciberleitor a possibilidade de clicar sobre cada uma das fotos e de seguida na tecla F11 para melhor as poder desfrutar em ecrã total... Ligue o som e... passe por bons momentos!


domingo, 21 de junho de 2009

SANTARENO

Foi a inauguração do PR2 ACN e o render de homenagem ao escritor e dramaturgo Bernardo Santareno, pelas gentes da aldeia do Espinheiro no concelho de Alcanena, terra das suas origens. Refira-se que o percurso se encontra muito bem sinalizado, facilitando os caminhantes sem a necessidade de guia. Saliente-se que esta inauguração foi feita debaixo de Sol abrasador, com uma temperatura de 39 graus centígrados! Nestas "aventuras" quanto pior... melhor, e o mestre Santareno mereceu o nosso esforço quadriplicado! As fotos não são das melhor posicionadas, pois o clima não estava para brincadeiras...





















6 comentários:

Anónimo disse...

É uma honra saber que tenho um companheiro de caminhos e veredas que se dedica ás belas paisagens do nosso Portugal, divulgando pormenores do profundo que passam completamente despercebidos aos olhos comuns.
também me surpreendeu a sua capacidade interventiva na sociedade da sua região,construindo textos com um sentido crítico e irónico fantásticos,sem entrar na chicana nem na ofensa gratuita.Estou-me a referir ao seu, crónicas de um cidadão de Abrantes,que esta um espectáculo!Revela muitos conhecimentos literários e de outros âmbitos. Falta na minha região uma pessoa assim. se o companheiro não existisse teria que ser inventado1 continue que ganhou uma admiradora.
Colega de caminhadas.Até à próxima.

Cidadão abt disse...

Cara companheira caminheira,

O trovador dizia: em cada esquina, um amigo...


Cá o cidadão dirá, em cada caminhada, um amigo(a)!

Também assim seja na caminhada das nossas vidas!

De resto, há que ir buscar um lenço... não para colocar à cabeça, mas para limpar esta baba!

Obrigado e até à próxima caminhada com um bocadinho menos de calor, porque nesta, houve alguns caminheiros(as) que se viram um pouco... Gregos!

Luis Saca disse...

Caro Cidãdão ABT,

Obrigado pela visita e pela abordagem no blog àquela torrida caminhada, que foi também de homenagem ao poeta e dramaturgo Bernardo Santareno e ao São Bernardo, santo venerado pelo fundador da nacionalidade e pelas gentes da minha terra.
Quando passar por estas bandas, nessas suas caminhadas, não hesite em visitar-nos e se poder avise-nos. Não é para lhe abrirmos a porta, que essa está sempre aberta para quem vier por bem, é para o recebermos com a mesma destinção que reclamamos para os n/ familiares e amigos.
Boas caminhadas!

Cidadão abt disse...

Amigo Luis Saca!

Por cada terra por onde passa cá o Cidadão, deixa por lá ficar o rasto da Amizade!
Sendo assim, cá o rapaz ficou a ánhar sobre qual dos amigos será o Luís... Será o nosso guia da T'shirt verde? Será aquele das morenitas? Será o do cafézinho? O senhor da conjuntivite? Ou ainda, um daquele grupo da mesa da alegria popular, do pão de milho e do tintol?
Ou da mesa onde estava a Companheira?
Deia daí uma pistazinha Xe faz favor.
O curioso é que, tal como aqui, anónimo, também os tais amigos ficam-se como anónimos, ou seja, são tantos que há dificuldade em identificar cada um deles, só provando que a amizade transpõe todas as fronteiras e todas as barreiras físicas!

Depois... obrigadão pela vossa hospitalidade, que vale muito mais que franquear as aduelas das vossas portas!

Se bem reparou, descobre-se beleza nas coisas mais simples e abandonadas... daí o "Casarão" no Espinheiro, ter dado na mais linda foto dessa caminhada, que seguiu direitinha para o "Panorâmio"!

Bem Haja, amigos!

Viagens no meu Planeta disse...

Boas Cidadao/Passo a passo

Fico contente por saber que faz amigos por onde passa. Sabe,
e' uma honra fazer amigos e nem todas as pessoas teem essa capacidade, quer seja por inabilidade, quer seja por se acharem num nivel superior, quer seja por nao gostarem deles mesmos ou outra razao qualquer. Ca' o rapaz tambem faz amigos por
onde quer que passa, alguns ficam retidos na memoria outros nao, mas a amizade e' aquela que se vive naquele momento e pode perdurar para sempre, mesmo que nao mais
vejamos esses amigos no resto das nossas vidas.

Aquela flor vermelha, na 2a foto, e' portuguesa?- e' uma flor belissima e nao me parece ser do nosso burgo.

Saudacoes Tramagalenses

Cidadão abt disse...

Olá, Luís Horta Ferreira!

Quanto ao fazer amigos, comungamos da mesma opinião e não é nada difícil!

Acerca da flor vermelha, encontrava-se dispersa numa trepadeira que se estendia entre a base da encosta da Mata Milenar de Pernes e o Ribeiro do Espinheiro.
É uma flor mui pequena e irrequieta, pois foi necessário "botar" várias fotos em super- macro para se sacar esta. De botânica, cá o Cidadão é um zero à esquerda, mas aqui a Companheira é uma especialista na matéria "botânica e medicina popular" e a explicação que se segue é mesmo, graças aos conhecimentos dela!
Aqui vai:

Esta é uma planta exótica, originária dos climas tropicais, própriamente de terras de Vera Cruz e dos Orientes!
Designa-se por Lanterna-Chinesa, Chapéu-de-Cardeal ou Sininho! De nome científico é o Abutilon Megapotamicum.

Tem propriedades medicinais em que a sua infusão trava hemorragias, inflamações da boca, garganta, olhos, intestinos e órgãos genitais, provocando a contracção das mucosas dos vasos sanguíneos e dos tecidos vivos!

Se bem reparou naquela observação do comentário anterior...

Como deve ter percebido, este blogue tem 75% do trabalho cá da Companheira, que dá ordens do género:

-"Tira aqui uma foto,olha além aquela, vem cá ver isto, dá ali um jeito"

...e como o Cidadão é mui bem mandado, resulta nisto!

Até à próxima!